quinta-feira, 31 de julho de 2008

Consequências


Realmente acredito que algumas feridas nunca cicatrizam. Sua dor é constante e nem o tempo é um remédio tão bom assim.
Já tentei de tudo; Conselhos, abraços, afagos...distrações. Mas ao parar por alguns segundos as lembranças já encomodam; minha excelente memória está a me matar com punhais bem cravados em meu peito ao reviver estes momentos.
Não há como esquecer, ficou marcado em um coração, hoje, desfigurado com as cicatrizes do passado; Cicatrizes necessárias (todos dizem), cicatrizes profundas. Cicatrizes de uma alma que já não sentirá por todo um sentimento, pois não há como esquecer.
O que vem depois, paga um alto preço em uma inflação desmedida pela queda que ocorreu.
Não há como esquecer.
As pessoas passam e o tempo corre enquanto o mundo muda...
E eu não esqueço.
Me atormenta sim, é um calvário com certeza mas não há o que fazer, marcou.
Não há como esquecer.
Quando o papel é amassado, não volta a ser liso.
Nunca mais.

6 comentários:

free online lotto disse...

Well for me its better to be more realistic.

Lídia disse...

Nunca esquecemos determinadas coisas, mas conforme o tempo passa elas vão ficando pra trás... dia após dia... até chegar aquele momento em que a lembrança não mais sufoca, apesar de também não agradar.


É pra frente que se anda.

Samanta disse...

como a lídia disse, certas coisas não se esquecem.
e não vou ser hipócrita pra dizer que é preciso aprender com os erros; muitas coisas, por mais que a gnt julgue que errou, nunca são aprendidas...

saudade

lídia disse...

Dessaaaaaaaaaa


\o/

lídia disse...

Dessa, sumiiiiiiiiu!!!


volta pra gente!!!


hihi

bjo bjo

lídia disse...

vc tem q postar "eu voltei, agora pra ficar, pq aqui, aqui é o meu lugar..."


haushuashuahsuhasuhua


beeeijo